sábado, 27 de junho de 2009

Moonwalker

É raro. Na verdade, nunca aconteceu e nem pensei que aconteceria. Quando algum famoso falece, eu, normalmente, nem ligo. Mas quando falaram "Michael Jackson morreu", eu só consegui soltar um expressivo e chocado "O que?!"

Sei que estou quase dois dias atrasado. Eu pretendia escrever sobre isso no dia que aconteceu. E sei que um monte de gente já falou disso por aí, mas eu não me importo. Cresci ouvindo Michael Jackson, coleciono os álbuns desde criança, meu primeiro vinil foi o "Dangerous" e ele já foi meu ídolo. Me sinto no direito de filosofar um pouco sobre isso.

Há uns dois meses eu baixei o show completo dele em Bucareste, de 1992. Me bateu uma terrível nostalgia. Eu assistia essa apresentação exageradamente quando eu era pequeno, pois tinha gravado em VHS. Aliás, foi assistindo a música Smooth Criminal em camera lenta inúmeras vezes na sala de casa que eu aprendi a fazer o Moonwalking, quando eu tinha oito anos, em 1995. Eu saía pela casa, nos pontos onde eu conseguia escorregar, andando de costas só por diversão.

Quando fiquei sabendo que ele estava planejando novos shows, fiquei empolgado. Quem sabe não viria para cá? Ver um show do Rei do Pop é sonho de infância, poxa! Ou quem sabe não gravaria um novo álbum, um que compensasse o fraco "Invincible". Mas não. Ele está morto e eu não vou ver a coreografia de "Beat It" ao vivo, nem ouvir músicas novas geniais. Porque, não importa que ele fosse uma das pessoas mais piradas da história da música, ele era um gênio. Exemplo de maluquice. Exemplo de talento.

Portanto, pelo ícone que ele foi, pelas coreografias fantásticas, pelas músicas marcantes, por todas as polêmicas, por todos os momentos que tanta gente passou graças ao trabalho dele e, principalmente, pela história dele, fica aqui minha homenagem simples através de algumas palavras. Sem pretenções literárias, apenas alguns pensamentos sinceros. Um dia eu dedico uma dança ao Rei do Pop. Por quê? Porque é a natureza humana.



"Every day create your history
Every path you take you're leaving your legacy"
Música: "HIStory"

10 comentários:

Sato disse...

* A imagem foi escaneada do meu encarte do álbum "HIStory: Past, Present and Future, Book I".

* Quem falou que o Michael morreu foi o Leopoldo, na redação da FHOX.

* Sim, a frase final não tem muita lógica na linearidade do raciocínio desenvolvido nas outras partes. Mas está alí por um motivo. Qual é? Se você for fã ou esperto(a) o bastante, vai descobrir.

Leandro disse...

Em 1994 você tinha OITO anos? Meudeus!

Ontem, no Jornal da Globo, eles ensinaram como se faz um Moonwalking. hahaha

Sato disse...

Opa, digitei errado. Era pra ser 95.

Leandro disse...

Em 1995 você tinha OITO anos?

Tatiane disse...

Poxa, eu gastei minhas meias durante a minha infância e não consegui fazer esse bendito passo até hoje. Inveja de você, Sato! (inveja boa, é bom que se diga)

E em 1995 você tinha OITO anos? oO
Eu tinha 6, só. :S

Mas enfim, que ele encontre a paz que não teve em vida, onde quer que esteja.

Nathália disse...

em 1995 eu tinha TRÊS! auaahauha

poxa, Michael Jackson é aquele artista que a gente pensa que nunca vai morrer! estranho, né?

bem, eu gosto de algumas músicas dele, mas nunca fui fã de verdade.
Enfim, que descanse em paz.

Letícia Ribeiro disse...

Como fã, eu sempre acreditei em tudo: era vitiligo, eram os traumas, são filhos dele mesmo (e vou continuar acreditando, ora!). Só não acreditei mesmo quando deram a notícia. Como assim não tem mais moonwalker?! E eu também estava empolgada com os shows! :(

Gleyci Pamplona disse...

Hã? o Michael Jackson morreu foi? eu achei que ele fosse imortal. Cada um cumpre sua missão na terra. Não lamentemos o inevitavel...
Bjussss

FaceSMortaiS disse...

Em 1995 eu tinha 14 anos ¬¬, o moonwalk eu consigo fazer só não consigo fazer a da Smooth Criminal, aquele que ele se joga e volta! very hard! mas como ele diz don't stop til' you get enough.

Sato disse...

Aquele passo antigravidade não dá pra fazer sem nada. Ele possuia um mecanismo que prendia ele no chão. Tem um monte de vídeos e fotos que explicam em detalhes.

Foi meio broxante saber disso, mas MJ era um mestre mesmo assim, hahaha.

E quem é você? O.o