quinta-feira, 5 de março de 2009

Mais uma gota d'água

Eu sinceramente cansei. As pessoas têm razão, eu me preocupo demais com certas coisas. Eu tenho que parar com essa minha mania insuportável de querer proteger todos meus amigos, de querer salvar o mundo. Eu não consigo fazer nenhuma das duas coisas, acabo irritando os envolvidos, pioro as situações e ainda me estresso muito com isso. Muito mesmo!

Eu já tenho sérios problemas para conseguir dormir, eu tenho problemas de tremedeira desde que era pequeno, eu tenho crises existenciais. Então, quando estou preocupado com alguma coisa que me incomoda muito, há dias que não consigo mais suportar meu estado físico! Muito menos o mental! Essa coisa está me consumindo de tal forma que não dá mais! Eu tento ajudar e acabo destruindo tudo o que está ao meu redor! No passado eu já perdi amizades com essa merda, já perdi a vontade de viver de tanta angústia, já tive um ódio tão profundo no meu coração que eu me sentia sujo! A verdade é que tento evitar, mas tem certas coisas pelas quais vocês simplesmente precisam passar para tomar de lição e eu não tenho como impedir isso. Eu nem deveria tentar!

Agora chega! Eu vou diminuir essa coisa toda, não posso salvar todo mundo. Se algum de vocês tiver uma experiência ruim, eu estarei sempre disposto a ajudar! Quer conversar? Por favor, venham falar comigo! A melhor coisa pra mim é ajudar quem eu gosto da maneira que posso, é ver o sorriso dessas pessoas, é fazer parte da vida delas e tê-las na minha!

E já que entrei no assunto, também cansei de tentar me provar para as pessoas. Meus amigos sabem que eu os amo, eu não tenho que ficar provando toda hora isso, tenho? Se precisarem, dou tudo de mim por vocês. Ninguém quer mais a felicidade de vocês do que eu. Vivem me dizendo que penso demais nos outros e pouco em mim mesmo. Isso só acontece porque eu realmente quero o bem das pessoas que gosto! E vocês sabem disso! Se acha que não gosto de você, desconfia de mim em algum sentido, não aguenta mais ter alguém como eu te amando, então sente e converse comigo! Por favor, me deixe entender! Se for o caso, me dê uma chance para me explicar! Vamos resolver tudo o que está pendente!

Eu não sou herói, não sou um anjo! Sou só uma pessoa e estou cansado de tentar ser mais do que isso. Peço desculpas por qualquer coisa ruim que tenha acontecido por causa da minha teimosia ao querer colocar todo mundo debaixo de minhas asas. Vou parar com isso. Talvez não totalmente, já que não se muda da noite para o dia, mas pelo menos um pouco. No entanto, saiba que, para quem quiser, elas vão continuar sempre abertas.

18 comentários:

Sato disse...

Antes que alguém diga alguma coisa: se você se encaixou em alguma coisa que eu falei, não significa necessariamente que eu estava pensando em você quando escrevi.

Um abraço.

André Luís Gibertoni Deliberato disse...

Gostei desse seu texto, Sa(n)to!
Qual foi o motivo para tal decisão tão repentinamente?
Foram as aulas de algum professor?
O Rogério continua dando aulas pra vocês? É isso?

Tenho saudades e creio que eu seja um dos seus amigos que estão no seu coração.

Outro abraço.

Tatiane disse...

Olha, Van Gogh! =D

Bom.. Satinho, Satinho...

Tu sabe bem que chega uma hora em qualquer relacionamento (seja amigo, seja amante) em que a gente, simplesmente, se fode. Nós só temos que saber por quem vale a pena se foder. Já te disse isso milhares de vezes.

E acho sim, que você escolheu bem essas pessoas (mesmo você tendo dúvidas - ou raiva - quanto algumas delas) mas, acredite, se alguma delas precisar de ajuda, mais hora menos hora, elas vão pedir. E se quiserem compartilhar algo contigo, mais hora menos hora, elas compartilharam; não precisa ficar sofrendo por hipótese e antecedência.

Então, sem preocupações, ok? ;]

Anônimo disse...

haaaaaaaaaaaaaaa, pareceu carta de suicidio, mas ta bem bacana, agent sempre faz oq pode.
BJus..
Case comigo?

Nathália disse...

E tenho dito!

fico feliz em ler esse texto, você sabe.


beijo.

Anônimo disse...

as pessoas ñ conseguem cuidar de sí proprias e querem cuidar dos outros, mudar o mundo então piorou... isso eh apenas uma forma mesquinha de fazer as coisas da forma que melhor lhe atenda, na verdade nem interessam muito pelos outros, querem apenas um ciclo de amizade que melhor esteja ao seu gosto, do seu jeito... pura hipocrisia!

Sato disse...

Então tá. Assim falou o anônimo psicanalista.

Anônimo disse...

Então tá. Assim falou o Sato emo chorão.

Rubens disse...

O Anônimo deu a opinião dele sobre o texto, é uma visão que ele tem e como leitor deve ser respeitado. Não ofendeu ninguém diretamente.
Já o blogueiro, se não aceita críticas e opiniões que certas vezes estão certas ou erradas então apague o Blog e vá vender pipocas, relaxe a mente!

Chegar ao ponto da quindim ir ao meu orkut e perguntar se eu que escrevi isso...

"As pessoas ñ conseguem cuidar de sí proprias e querem cuidar dos outros, mudar o mundo então piorou..." Assino em baixo! Até mesmo porque eu teria motivos né Satinho?!

Sato disse...

Muito bem, Rubens, vamos lá.

De onde você tirou que eu não aceito críticas? Se fosse o caso, eu poderia simplesmente apagar os comentários, não? Só espero que as pessoas tenham a coragem de "mostrar a cara" quando o fizerem. Dizer as coisas sem se tornar responsável por elas é fácil. Justo, não acha?

Ela fez isso foi? E o que eu tenho a ver com isso? Não sei os motivos de ela ter feito isso, mas não controlo a vida dela. Por que está me dizendo isso? Você fala como se eu tivesse pedido para ela fazer isso... Se eu houvesse algo para ser dito, faria isso eu mesmo. Não preciso de intermediários. Devia ir lá tirar satisfação com ela, não comigo.

Um abraço.

Rubens disse...

Tá bom, me desculpe de coração.

Sobre o Anônimo,
Cada um de nós vê nos outros aquilo que carregamos no próprio coração.

Abraços!

Anônimo disse...

Eu acho que esse sentimento é parte da "quarter-life crisis". Acredito que passei por ela e ainda continuo em recuperação para não ter recaídas. Sei que isso que vou dizer é um tanto clichê, mas aprendemos muito com ela.

Abraços,

Eri

Angel disse...

Sato faz pouco tempo que o converso e isso ainda não permitiu que eu o conhecesse de verdade, se é que me entende.
Você não é o Clark Kent e se ficar tentando ser sabe o que vai acontecer? O Lex Luthor se dará bem e você só se fodendo mais ainda...Seja amigo, mas não se preocupe mais com eles do que consigo mesmo...
Eu aprendi uma coisa enquanto não estivermos bem com o nosso EU nao será possível se relacionar de forma "balanceada" sem nos machucar. Entende?
Enfim nao sei se ajuda, mas é a minha opinião.

Gleyci Pamplona disse...

Posta logo outro texto, eu gosto de ler oq vc escreve...
Bjokas. =*

Letícia Ribeiro disse...

no pain, no gain. Is it right? I don't know...

Não ligue tanto para os palpites, Sato. Por experiência, não ligue.

Sabe: faço o melhor que sou capaz só pra viver em paz...? :)

Letícia Ribeiro disse...

Fechado!
Se estiver frio, vou ficar no café, ok?! (:

Tamara disse...

Viagem mesmo né sato...

Mas é meio isso ou meio não isso.

Fight nos comentários :O

Leandro disse...

Nossa, nem comentei nesse texto? Que ingratidão.

Só digo uma coisa: senti falta dos palavrões! Tipo: "Se você não gostou da porra do texto, quero que você se foda, quero que você engula a sua própria merda fedida. Enfim, quero que você case com sua própria irmã e tenha filhos com a puta da sua mãe"

Você não é mais o mesmo, Sato.

Adeus.